O Cruzeiro

     No ano de 1920, ultimando os planos para a fundação do povoado, José Batista de Souza, João Pedro de Carvalho, Frutuoso Gonçalves de Souza, José Gonçalves de Souza e Joaquim Manoel Serapião, entre outros, plantaram o Cruzeiro (colocando em sua base moedinhas de prata, conforme costume da época), como se ali estivessem comemorando o ato litúrgico da fundação.

 Capela provisória (ao fundo) em louvor a São João Batista

     José Batista de Souza foi o carpinteiro do histórico cruzeiro. de uma enorme aroeira, ele lavrou um tosco madeiro, dando-lhe forma de cruz, escrevendo seu nome e data. Hoje, esse cruzeiro, cortado ao meio, encontra-se preservado na Igreja São João Batista em Américo de Campos. A outra metade se perdeu.

     Consta no álbum publicado em 1943, ‘Resumo Histórico e Fotográfico da Diocese de Rio Preto’: “Em 1920 foi inaugurado o primeiro Cruzeiro, sendo pouco depois feita de pau-a-pique, coberta de telhas, uma pequena capela provisória. Erguida a Capela, foi colocada a imagem de São João Batista, pelo Revmo. Padre Agostinho, então vigário de Tanabi”.

     Em 1925, foi construída pela população a tão sonhada igreja de tijolos, que permaneceu por bom tempo até ser feita a Igreja Matriz atual.

A sonhada igreja de tijolos, de 1925. Vê-se, ao lado, o coreto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: